Vítor Aguiar e Silva distinguido com o Prémio Vasco Graça Moura

com 1 comentário

O Prémio Vasco Graça Moura – Cidadania Cultural foi atribuído ao escritor, professor e investigador Vítor Aguiar e Silva, autor de “Camões: Labirintos e Fascínios” e “Teoria da Literatura”, anunciou esta quarta-feira a Estoril-Sol, que patrocina o galardão.

O júri, presidido por Guilherme d’Oliveira Martins, escolheu por maioria Aguiar e Silva, antigo vice-reitor da Universidade do Minho, referindo que é um “exemplo de cidadania cultural, que liga a dimensão didático-científica à pedagógica”.

O Prémio Vasco Graça Moura-Cidadania Cultural, no valor de 40.000 euros, foi instituído pela Estoril-Sol, em parceria com a Editora Babel, tendo sido atribuído pela primeira vez em 2016 ao ensaísta Eduardo Lourenço. No ano passado, o galardoado foi o jornalista e escritor José Carlos Vasconcelos.

A cerimónia de entrega do Prémio, cujo distinguido foi conhecido hoje, no dia em que Graça Moura completaria 76 anos, “será anunciada oportunamente”.

Um comentário

  1. Sou fã de Vasco graça Moura e sua fiel depositária da continuidade no não ao Novo Acordo Cartográfico.
    Por ele e por vós, o meu Aplauso pelo prémio que leva o seu nome.
    Fantástico!

Comentar