Velhos são os Caminhos

com Sem comentários

Escritores > José Correia Tavares > Velhos são os Caminhos


Ano: 2017 | Editora: Edições Adab

Velhos são os Caminhos é um belo título. A sua semântica mais imediata inclui a conversão da frase feita de que velhos são os trapos. Mas num segundo momento, logo à cabeça, e pela invocação da voz da sua mãe nonagenária, homenageada neste livro, o verso aponta para um horizonte bem mais amplo e aberto. São velhos os caminhos por onde passam os homens novos, mostrando as passadas que por eles correm, que no fundo da paisagem intemporal sempre se desenha a estranha e incompreensível natureza humana.

De modo que as trezentas e quarenta e oito quadras, que perfazem o livro, constituem no seu conjunto um claro libelo de denúncia dos comportamentos sociais e humanos, e por isso palavras antigas como sátira, paródia ou copla, ajudam a colocá-lo na estante onde se encontra a longa família do epigrama, quando o género se desprendeu ainda na Antiguidade, da sua função de rótulo das estátuas e dos túmulos, e passou a ser composição incisiva para rir e combater o mundo.
Lídia Jorge


Comprar livros de José Correia Tavares: VER LIVRARIAS


Comentar