O Abrigo

com Sem comentários

Escritores > Luís Vendeirinho > O Abrigo


Ano: 2017 | Editora: escritores.online | e-manuscrito

Alguém se atreveu, num momento inspirado, a baptizar de beliche aquele banco de jardim. Não seria apenas, nas tardes amenas, recosto para namoros, ou oportunidade de repouso para as almas envelhecidas que se entretêm a contar as horas da vida e a contar memórias quando há companhia. Nessa madrugada, o Artista tomara conta do assento, enquanto o Fantasma se anichava, melhor protegido, sobre o chão de cimento. Enredados no silêncio, ambos tinham conforto no éter destilado das videiras, nos braços de Baco que avivava o sonho desde o vasilhame resgatado duma taberna. Vinham, trazidos por uma brisa fria, ecos dos primeiros passos, sinal de que o dia dos homens se abria à realidade.

 

Poderá adquirir o e-manuscrito aqui


Comprar livros de Luís Vendeirinho: VER LIVRARIAS


Comentar