Ilusão (ou o que quiserem)

com Sem comentários

Escritores > Luísa Costa Gomes > Ilusão (ou o que quiserem)


Ano: 2009 | Editora: Dom Quixote
Jorge é uma espécie de actor que vive de expedientes (anúncios, dobragens, figuração), à espera da sua oportunidade; o grupo de teatro a que pertence não se entende sobre o próximo projecto. Quando a mulher, uma professora de Português profundamente deprimida, entra em furor pedagógico, abre espaço e põe em marcha uma série de acontecimentos que terão para Jorge a importância de uma única, ténue revelação.

Esta é a história de uma separação, mas também de uma paixão obsessiva, de uma viagem patética, de um projecto que corre bem demais, e de outras peripécias.

Ilusão (ou o que quiserem) é um romance satírico sobre um homem à procura da realidade, no meio de tantos, tantos fantasmas, vozes sem corpo, corpos sem voz, e da multidão de desconhecidos que faz parte da nossa vida de todos os dias.

«Lê-se de um fôlego, o riso sempre em pé de página, arrastando-nos numa corrente avassaladora de ironia e agudeza de espírito.»
Maria Leonor Nunes, JL

«Luísa Costa Gomes conhece o meio que satiriza, e domina os diferentes registos cómicos, sobretudo os jogos com as falas misturadas, as discussões estapafúrdias e as tiradas insólitas.»
Pedro Mexia, Público


Comprar livros de Luísa Costa Gomes: VER LIVRARIAS


Comentar