A Maldição de Ondina

com Sem comentários

Escritores > António Cabrita > A Maldição de Ondina


Ano: 2013 | Editora: Abysmo

Moçambique. Raúl, agente da PIC (Polícia da Investigação Criminal/ a Judiciária local), faz uma investigação privada aos meandros de uma sombreada conspiração do Estado para abortar uma cisão do partido governamental, que visava fundar um novo partido político e criar uma verdadeira oposição no país, quando é surpreendido pelos crimes de um serial killer que deixa nos bolsos das vítimas umas mensagens que reportam a certos livros referenciais da história da literatura. Raul resolve então pedir o auxílio de um velho amigo, César, escritor e professor universitário, um luso-moçambicano que conhece desde os bancos do liceu. De pista em pista, os dois amigos, em black and white, fazem um balanço da vida, a própria e a do país, das ilusões políticas e dos projectos desbaratados, enquanto os crimes se sucedem de formas cada vez mais surpreendentes e o enigma os vai ligando. Paralelamente, algo de prodigioso acontece com o corpo de Aurora, a velha cozinheira da família que a irmã de Cesar enviara da ilha de Moçambique para uns exames médicos, mas aquela desdramatiza a sua inexplicável mutação física e prefere contar-lhe algumas estranhas lembranças, entre as quais a da sua paixão com um mordomo malgaxe no palácio da Ilha de Moçambique, ao tempo em que lá viviam Rita Hayworth e o Principe Aly Khan, nos anos 50.

Um thriller, um romance de amor ou uma homenagem à literatura? A Maldição de Ondina enfeixa várias vozes e eixos narrativos numa história contada à Robert Altman, que tem entusiasmado os seus leitores e foi um êxito crítico no Brasil, onde foi classificado com 5 estrelas na Folha de S. Paulo.


Comprar livros de António Cabrita: VER LIVRARIAS


Comentar