Helena Tapadinhas vence Prémio Literário Santos Stockler

com 3 comentários

O conto “Alfaiate”, de Helena Tapadinhas, é o vencedor do Prémio Literário Santos Stockler/2017, uma iniciativa do Município de Lagoa.

O prémio tem um valor pecuniário de 10 mil euros e a publicação do trabalho.

Além da primeira distinção, o mesmo júri deliberou ainda atribuir seis Menções Honrosas aos contos «Camaleão» de Ana Maria Nunes Gonçalves; «A casa de Verão» de Isabel Rio Novo; «A vida inteira num prato de barro» de Carla Marisa P. Vieira Pais; «Nepomuceno na terra dos possíveis» de David Eduardo V. Roque; «Memórias fugazes» de Paulo M. Morais e «Da permanência» de António Conduto Oliveira.

O Prémio Literário Santos Stockler foi instituído pelo Município de Lagoa em 2016 com o objectivo de promover, defender e valorizar a Língua Portuguesa e a identidade e diversidade sócio-culturais do concelho; promover e incentivar a criação literária, o gosto pela escrita e pela leitura, e, ainda, homenagear o poeta, jornalista e romancista lagoense, Santos Stockler.

A Cerimónia de Entrega destes prémios realiza-se no dia 27 de Janeiro, na Quinta dos Vales, às 15h30. Na mesma oportunidade terá lugar a apresentação pública do livro que integra as duas Menções Honrosas atribuídas no Prémio de 2016. Será, igualmente, apresentada a terceira edição do Prémio Santos Stockler.

3 Comentários

  1. Parabéns à vencedora, e aplausos para as seis Mensões Honrosas.

  2. ronaldo protasio
    | Responder

    Congratulações à todos os laureados

  3. Rui Marques
    | Responder

    Gostaria de ver mencionados os autores das menções honrosas destes prémios literários. A sua atribuição é um reconhecimento que deveria ter divulgação.

Comentar