Sérgio Sant’Anna

com Sem comentários

Escritores > Sérgio Sant’Anna

Data Nasc: 30/10/1941 Naturalidade: Rio de Janeiro, Brasil

Na web: Facebook


Sérgio Andrade Sant’Anna e Silva nasceu no Rio de Janeiro, em 1941.

Em 1959 ingressa na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, formando-se em 1966. Cursa pós-graduação, entre 1967 e 1968, no Instituto de Ciências Políticas da Universidade de Paris.

Passando por Praga e pelos Estados Unidos, volta para o Rio de Janeiro em 1977, ano em que integra o corpo docente da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde permanece até 1990.

Colunista do jornal O Dia e colaborador em diversas publicações, como a revista Cult e os cadernos literários dos jornais Folha de S.PauloO Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil.

Venceu quatro vezes o Prémio Jabuti, três vezes o APCA e uma vez o Prémio da Biblioteca Nacional. A sua obra foi traduzida para alemão, italiano, francês e checo, além de ter sido adaptada para o cinema.

Bibliografia

O sobrevivente (contos, 1969)

Notas de Manfredo Rangel, repórter (contos, 1973)

Confissões de Ralfo (romance, 1975)

Simulacros (romance, 1977)

Circo (poesia, 1980)

Um romance de geração (peça de teatro, 1981)

O concerto de João Gilberto no Rio de Janeiro (contos, 1983) – Prêmio Jabuti

Junk-Box (poesia, 1984)

A tragédia brasileira (romance-teatro, 1984)

Amazona (novela, 1986) – Prêmio Jabuti

A senhorita Simpson (contos, 1989)

Breve história do espírito (contos, 1991)

O monstro (contos, 1994)

Um crime delicado (romance, 1997) – Prêmio Jabuti

O voo da madrugada (contos, 2003) – Prêmio Portugal Telecom

O livro de Praga – Narrativas de amor e arte (contos, 2011) – Prêmio Clarice Lispector

Páginas sem glória (dois contos e uma novela, 2012)

O homem-mulher (contos, 2014). Finalista do Prémio Oceanos 2015.

O Conto Zero e Outras Histórias (conto, 2016). Finalista do Prémio Oceanos 2017.

Anjo noturno (2017)


Principais Obras Publicadas

Anjo noturno
2017, Companhia das Letras (BR)

Depois dos aclamados O homem-mulher e O conto zero e outras histórias, Sérgio Sant’Anna segue surpreendendo seus leitores. Nas nove narrativas reunidas em Anjo noturno, um dos principais escritores brasileiros da atualidade explora num gênero híbrido — que abrange contos, memórias e novelas — temas a um só tempo díspares e intrincados, como morte … Ler mais

O Conto Zero e Outras Histórias
2016, Companhia das Letras (BR)

Na trilha do espantoso O homem-mulher, um dos mais impactantes livros de ficção publicados no Brasil nos últimos anos, Sérgio Sant’Anna volta à forma curta para explorar os labirintos da existência, do amor, da memória e da solidão. Neste que é um de seus trabalhos mais pessoais, Sant’Anna combina lembrança e … Ler mais

O homem-mulher
2014, Companhia das Letras (BR)

A obra de Sérgio Sant’Anna é de difícil classificação. Transgressor contumaz, ele vem desde a década de 1960 testando os limites da prosa, dos gêneros – e da própria ideia de literatura. Seus romances, contos, poemas, novelas e peças de teatro romperam tradições e derrubaram barreiras entre alta e baixa … Ler mais

O Vôo da Madrugada
2003, Cotovia (2004)

Várias vezes premiado com o Jabuti (o mais importante galardão literário brasileiro), San’Anna foi também lentamente conquistando o público, a ponto de o seu nome ser citado na telenovela Celebridade. O seu romance “Um Crime Delicado” está prestes a tornar-se filme, tal como “Um Conto Nefando”, inserido neste “O Vôo … Ler mais

Um Crime Delicado
1997, Cotovia (2008)

“Um Crime Delicado” conta em primeira pessoa a história de António Martins, um crítico de arte cinqüentão que se envolve com Inês, uma jovem manca a respeito de quem ele não sabe quase nada. Depois de muitas buscas e especulações, o crítico descobre que Inês é modelo do artista plástico … Ler mais

Contos e Novelas Reunidos
1997, Companhia das Letras (BR)

Já a partir de O Sobrevivente, o seu livro de estreia, Sérgio Sant’Anna revelou-se um dos autores mais singulares da literatura brasileira. Rigoroso mas pleno de paixão, ele sabe extrair o máximo proveito dos mínimos acontecimentos. Por isso aspectos aparentemente desconexos ganham nos seus contos tal potência e significado que … Ler mais


Comprar livros de Sérgio Sant’Anna: VER LIVRARIAS


Notícias

De momento, não temos noticias sobre este escritor.

Comentar