Ramiro S. Osório

com Sem comentários

Escritores > Ramiro S. Osório

Data Nasc: Naturalidade: Lisboa

Na web: Blog Facebook


Ramiro S. Osório nasceu em Lisboa, em 1939.

Exilou-se durante 22 anos em Paris onde estudou: semiologia com Roland Barthes, no Collège de France; cinema com Jean Rouch, no Musée de l’Homme; arquitectura, nos Beaux-Arts: Diploma de Architecte D.P.L.G.

Foi publicado por Pedro Tamen, na Moraes: ramirosório superstrass / superstress; por Vítor Silva Tavares, na & etc: As 21 noites e os 12 valiums e ramirosório superstrass (99), por Vasco Graça Moura, na Imprensa Nacional: Xarope Ficção / Embarque Imediato.

Outros títulos publicados: A história do abc (Ed. Plátano); Os contos do lápis surdo (Moraes Ed.); A Lua Prometida (Ed. Afrontamento); Todos os contos do Lápis Surdo (São Paulo, Brasil); o resto é silêncio & peanuts (Ed. Oficina do Cego); amor cinza perfeito (com Edel Atemkristall, Ed. Edicarte), e dois livros colectivos: Les maux par les mots (Mercure de France, Paris) e E a minha festa de homenagem? – Ensaios para Alexandre O’Neill (Ed. Tinta da China).

Foi convidado por Herberto Helder para a revista nova e por Geoges Perec para a revista Le Fou Parle (Paris).

Textos teatrais representados pelo Grupo Teatral da Universidade Técnica, em Lisboa e em Grenoble (Rencontres du Jeune Théâtre Européen).

Premiado duas vezes pela Associação Portuguesa de Escritores e pela Secretaria de Estado da Cultura. Várias vezes distinguido pelo Ministério da Cultura e, também, pelo Instituto do Livro, pelo Ministério da Educação brasileiro, pela Asociación Literaria de Noveles Españoles e pela companhia de teatro Forced Entertainment.

 


Principais Obras Publicadas

Ao Largo de Delos
2018, Companhia das Ilhas

São só 40 poemas num livro que só mede 11x15cm. Mas este livro são dois livros, dois textos que se entrecruzam e onde cabem duas Grécias e muito mais. A eternidade não se mede aos palmos.

o resto é silêncio & peanuts
2015, Oficina do Cego

Dois textos que se cruzam, página sim, página não. Shakespeare & Peanuts, juntos, ao vivo e ao morto.

Conjunto de 16 contos, premiado pela A.P.E. e seleccionado pelo Ministério da Educação brasileiro para o Programa Nacional de Bibliotecas Escolares.

amor cinza perfeita
2000, Edicarte

Monólogo teatral escrito a 4 mãos, com Edel Atemkristall: Um monumento funerário feito de palavras que abriga um amor morto, para que o cadáver desse amor não fique exposto. NOTA: Este livro só está à venda na Livraria do Teatro D. Maria II e na Livraria Leituria

O autor volta a escrever, agora de outra maneira ainda mais ácida, os poemas publicados em 1976.

Xarope Ficção / Embarque Imediato
1987, INCM - Imprensa Nacional-Casa da Moeda
A Lua Prometida
1984, Edições Afrontamento
Os contos do lápis surdo
1983, Moraes Editora

Nesta obra, o autor pretende desconstruir os signos, inventando para eles novas funções, sem abrir mão da poesia, como no conto ‘Do outro lado da ponte’, quando escreve – ‘Eu não vinha chorando. Eu apenas recorri a lágrimas para apagar o fogo’.

A história do abc
1980, Plátano Editora
ramirosório superstrass
1976, Moraes Editora


Comprar livros de Ramiro S. Osório: VER LIVRARIAS


Notícias do escritor

27/12/2017 - Plano Editorial Companhia das Ilhas 2018

Comentar