Paulo Loução

com Sem comentários

Escritores > Paulo Loução

Data Nasc: Naturalidade: Lisboa

Na web: Blog Facebook


Paulo Alexandre Loução nasceu em Lisboa em 1964.

É investigador do Instituto Internacional Hermes, dirigido pelo antropólogo Fernand Schwarz, professor na Escola de Filosofia da Nova Acrópole, e fundador e coordenador do Círculo Lima de Freitas, que se dedica ao estudo da matemática e geometria sagradas.

Como autor tem uma dezena de obras publicadas, entre as quais se destacam Os Templários na Formação de Portugal (12 edições) e Portugal – Terra de Mistérios (8 edições), ambas publicadas pela Ésquilo e pelo Círculo de Leitores.

Coordena com o historiador Miguel Sanches de Baêna a obra colectiva «Grandes Enigmas da História de Portugal». Participou em vários documentários realizados pelo Canal História, nomeadamente na série «Templários».

Como filósofo, tem-se interessado pela área do estudo da consciência e, assim, foi o autor do projecto e co-autor do livro Experiências de Quase-Morte – Relatos Verídicos (4 edições).

Na área do Turismo Cultural foi publicada a sua obra Lugares Inesquecíveis de Portugal com a chancela da editora Eranos.

Na área do trabalho de campo em antropologia, realizou o Estudo Identitário das Aldeias de Montanha da Serra da Estrela (que deu origem ao livro A Magia das Aldeias de Montanha), a convite do Município de Seia e, neste momento, está a realizar um Estudo sobre a cultura da Ilha do Príncipe no golfo da Guiné.

Coordena o projecto «6 séculos de aventura e inovação» no âmbito das comemorações prospectivas do início da globalização iniciada pelos portugueses em 1415.

Publicou em Dezembro de 2016 o seu primeiro romance intitulado, «A Profecia de João XXIII».

 


Principais Obras Publicadas

Será um momento de renascimento e de grandes cânticos. Os rolos serão encontrados nos Açores e falarão de antigas civilizações que ensinarão aos homens coisas antigas que eles ignoraram. A morte afastar-se-á e a dor será escassa. Por meio dos rolos, as coisas da terra falarão aos homens das coisas … Ler mais

Esta edição é uma verdadeira viagem pelas aldeias de montanha da Serra da Estrela, debruça-se mais detalhadamente pela sua vertente sul (Seia), destacando a memória, as tradições e imaginário e ainda os espaços/ locais a visitar em nove dessas aldeias. Algumas delas são conhecidas de muitos portugueses como é o … Ler mais

O livro encontra-se dividido em 8 partes que tomam o nome de regiões de Portugal: Açores, Algarve, Alentejo, Lisboa e Vale do Tejo, Beira Litoral, Beira Interior, Trás-os-Montes e Minho e Douro Litoral. Para cada uma das regiões são apresentados lugares únicos a visitar, pouco conhecidos do público em geral … Ler mais

Paulo Alexandre Loução finaliza com este livro uma tetralogia que inclui Os Templários na Formação de Portugal, Portugal – Terra de Mistérios e Dos Templários à Nova Demanda do Graal. Prosseguindo na sua demanda pela desocultação do profundo substracto esotérico latente na cultura portuguesa, divulga nesta obra uma série de … Ler mais

No seguimento da obra Os Templários na Formação de Portugal, Paulo Loução aprofunda, no presente trabalho, o estudo do novo ciclo histórico lusitano iniciado sob a égide de D. Dinis, o rei-trovador, e da rainha Santa Isabel, os soberanos que lançaram as bases políticas, culturais e espirituais que permitiriam, um … Ler mais

Depois do notável trabalho de investigação Os Templários na Formação de Portugal, Paulo Alexandre Loução percorreu Portugal ao encontro de símbolos, tradições e lugares mágicos, verdadeiros tesouros espirituais que merecem ser estudados, interpretados e sentidos, pois conformam uma riquíssima memória cultural e espiritual do nosso país de que urge tomar … Ler mais

A Descoberta do Brasil
2000, Ésquilo

No século XII a Europa sofre um forte impulso espiritual protagonizado, entre outros, pelos cátaros, templários e pela figura de Bernardo de Claraval. Mas tanto os cátaros, como os cavaleiros do Templo serão reprimidos pelo fanatismo religioso, encontrando em Portugal um porto de abrigo (Porto do Graal). È assim que … Ler mais

“(…) esta doação faço, não por mando, ou persuação de alguém, (…) e porque em a vossa Irmandade [Ordem do Templo] e em todas as vossas obras sou Irmão (…) Eu o Infante D. Afonso com minha própria mão roboro esta carta.” Excerto da carta de doação de Soure por D. … Ler mais


Comprar livros de Paulo Loução: VER LIVRARIAS

Comentar