Napoleão Mira

com Sem comentários

Escritores > Napoleão Mira

Data Nasc: Naturalidade: Entradas, Castro Verde

Na web: Site Blog Facebook


Napoleão Mira nasceu em Entradas, Castro Verde, em 1956.

Vive no Algarve, no concelho de Lagoa desde 1983.

Fundou e dirigiu, entre 1998 e 2000, a revista «O Trigueirão».

Colaborou nos jornais: «O Campo», «Diário do Alentejo», «Correio Alentejo» e na revista «30 Dias».

Em 2010, lançou o livro «Ao Sul», uma compilação das suas melhores crónicas.

Em 2012, lançou o seu primeiro romance com o título «Fado» e, em 2014, editou o livro de crónicas «De Coração D’Interiores».

Em 2015, criou a performance “12 Canções Faladas e 1 Poema Desesperado”, que deu, em 2016, origem a um CD com o mesmo título.

Em 2017 prepara-se para lançar o seu primeiro livro de relatos de viagens com o titulo “Olhares”.

É ainda membro fundador da ASSESTA – Associação de Escritores do Alentejo.

.


Principais Obras Publicadas

De Coração D’Interiores
2014, N.M. Publicações

Depois de um romance, o autor regressa ao registo assumidamente autobiográfico que, de certa maneira, é um género que lhe apraz. Ao longo destas páginas, reúne textos dos últimos anos como se estes fossem olhares escritos. Fotogramas de palavras. Instantes-impulso em que a necessidade de os transcrever foi mais forte … Ler mais

Fado
2012, N.M. Publicações

O autor procura neste seu FADO homenagear os homens e mulheres desta terra singular, que num tempo não muito longínquo (entre 1966 e 1974) se aventuraram estrada fora à procura de um futuro melhor por terras de França. José e Amália – os protagonistas – fogem da sua aldeia natal, … Ler mais

Ao Sul
2010, N.M. Publicações

Ao Sul é o título do primeiro livro de Napoleão Mira. Num olhar assumidamente pessoal, passeia a sua prosa por um certo Alentejo ao longo das sessenta e três crónicas que compõem a obra. É às pessoas e aos lugares, aos cheiros e aos sabores, aos relatos e às estórias, … Ler mais


Comprar livros de Napoleão Mira: VER LIVRARIAS


Notícias do escritor

De momento, não temos noticias sobre este escritor.

Comentar