Luísa Vaz Tavares

com 2 comentários

Escritores > Luísa Vaz Tavares

Data Nasc: 30/08/1966 Naturalidade: Alegrete - Portalegre

Na web: Blog Facebook


Luísa Vaz Tavares nasceu num dia quente de Agosto de 1966, em Alegrete, pequena vila do Alentejo raiano.

Espírito irrequieto e alma livre, estudou e trabalhou na área da socio-reabilitação até aos vinte e nove anos, altura em que o destino lhe mudou o rumo da vida. Por causa de uma doença neurológica grave, encontra-se, desde essa data, ao cuidado da UCI do Hospital de Portalegre.

Participou em várias antologias e coletâneas.

 


Principais Obras Publicadas

Triunvirato De Uma Alma Inquieta
2017, Pastelaria Studios Editora

Nenhuma alma é estática, na sua forma de Ser, Sentir ou Estar. Antes pelo contrário, cada alma cria em si múltiplos estados, consoante os momentos. Talvez, essa seja a condição de quem pensa e sente.  Por isso, “Triunvirato de uma alma inquieta” não é o espelho completo da alma da … Ler mais

Alegrete D’Aquém e D’Além Mar
2015, Pastelaria Studios Editora

Alegrete D’Aquém e D’Além Mar é o registo do amor que existe em nós. É, também, a prova telúrica da força de duas comunidades que são unidas pelo mesmo nome. São unidas pela história: personagens, nomes, substituídos ao sabor da imaginação de Luísa. Mas são pessoas que vivem, que respiram, … Ler mais

A Flor da Nocas
2014, Sinapis Editores

O Nico e a Nocas são meninos da cidade. São amigos e o jardim à frente do prédio onde moram é o lugar preferido para as suas brincadeiras. Ali contactam com a natureza, aprendem a compreendê-la e criam laços de afetos. Descobrem uma parte da vida que nem sempre se … Ler mais

O Perfume de Alegrete
2013, Pastelaria Studios Editora

Entre cursos de água cristalina e o casario que salpica de branco a paisagem, Alegrete caminha a passos determinados pela vida. Num tempo muito próprio. Como se as horas tivessem uma medida de tempo oculta. Clepsidra de saberes que se alongam pelo sobe e desce das ruas estreitas em conversas … Ler mais

Doçuras e Amarguras
2011, Corpos Editora

Selecção de cinquenta poemas intimistas, que, de alguma forma, reflectem um determinado período da vida da autora.


Comprar livros de Luísa Vaz Tavares: VER LIVRARIAS

2 Comentários

  1. Joaquina Martins
    | Responder

    Luísa… Você é fantástica! Obrigada pelo exemplo de furacão da natureza que é! Nunca cruza os braços! Um abraço enorme. Boas inspirações 😉

    • Luísa Vaz Tavares
      | Responder

      Obrigada, Joaquina. Um grande beijinho.

Comentar