Inês Pedrosa

com Sem comentários

Escritores > Inês Pedrosa

Data Nasc: 15/08/1962 Naturalidade: Coimbra

Na web: Site Facebook Twitter


Inês Pedrosa nasceu em 1962.

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa, trabalhou na imprensa, na rádio e na televisão, tendo recebido vários prémios de jornalismo.

Foi diretora da Casa Fernando Pessoa entre 2008 e 2014.

Manteve durante anos uma crónica semanal no Expresso, que foi galardoada, em 2007, com o Prémio Paridade da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

Publicou 18 livros, entre os quais se destacam 7 romances: A Instrução dos Amantes, Nas Tuas Mãos (Prémio Máxima de Literatura), Fazes-me Falta, A Eternidade e o Desejo (finalista do Prémio Portugal Telecom 2009 e do Prémio Correntes d’ Escritas 2010), Os Íntimos (Prémio Máxima de Literatura), Dentro de Ti Ver o Mar e Desamparo.

Publicou ainda duas novelas fotográficas: “Carta a Uma Amiga” (sobre fotografias de Maria Irene Crespo) e “Do Grande e do Pequeno Amor” (sobre fotografias e em coautoria com Jorge Colombo), bem como os livros de contos Fica Comigo Esta Noite e Desnorte (2016).

É também autora da Fotobiografia de José Cardoso Pires, da coletânea de biografias “20 Mulheres para o Século XX”, do livro de entrevistas “Anos Luz”, do livro de crónicas “Crónica Feminina”, da narrativa de viagem “No Coração do Brasil – Seis Cartas ao Padre António Vieira” (com ilustrações de João Queiroz) bem como de dois livros infantis: “Mais Ninguém Tem” (ilustrações de Jorge Colombo) e “A Menina Que Roubava Gargalhadas” (ilustrações de Júlio Pomar).

Organizou uma antologia de poesia portuguesa, “Poemas de Amor”, e uma antologia de contos sobre a amizade, “Os Melhores Amigos”.

Escreveu duas peças de teatro: “Doze Mulheres e Uma Cadela” (2005, teatro da Trindade, encenação de São José Lapa) e “Socorro, Estou Grávida!” (em coautoria com Patrícia Reis, encenação de Celso Cleto, 2006).

A sua obra encontra-se publicada no Brasil, em Espanha, em Itália e na Alemanha.


Principais Obras Publicadas

Desnorte
2016, Dom Quixote

Uma rapariga em busca da própria voz. Um homem lançado nas curvas do tempo até à pré-história do amor. Um pai criando um mar de livros através do qual a filha possa voltar para ele. Uma família polindo os caixões dos seus mortos. Uma amiga leve e voadora como um … Ler mais

Desamparo
2015, Dom Quixote

A saga de uma mulher, Jacinta Sousa, que foi levada do colo da mãe para o Brasil aos três anos e regressa para a conhecer mais de cinquenta anos depois é o ponto de partida deste extraordinário romance de Inês Pedrosa. “No Brasil eu sempre fui a Portuguesa; em Portugal, … Ler mais

Dentro de Ti Ver o Mar
2012, Dom Quixote

Dentro de ti ver o mar. A frase era dele, e dissera-a sem sequer gaguejar. Dentro dela Gabriel perdia completamente a gaguez. A frase era dele e agora Rosa esperava que viesse reivindicar-lha. Era esse o seu engenho emancipatório. Dessa frase que não lhe pertencia surgira uma letra de fado … Ler mais

Os Íntimos
2010, Dom Quixote

Ao longo de uma noite, memórias cruzam-se com revelações, retratando as vivências e opções de uma geração. Contrastando com as três protagonistas femininas de Nas Tuas Mãos, Inês Pedrosa define este elenco masculino de um modo subtil e certeiro.

Fazes-me Falta
2007, Dom Quixote

O leitor que abre este romance de Inês Pedrosa depara com um dispositivo narrativo de extrema simplicidade: duas vozes apenas, que, ao longo de cinquenta blocos textuais, a que, pela sua episódica brevidade, não chegaremos a chamar capítulos, se cruzam numa espécie de diálogo espectral. Uma dessas vozes é feminina, … Ler mais

A Eternidade e o Desejo
2007, Dom Quixote

Clara, portuguesa, regressa ao Brasil onde em tempos perdeu a visão e um amor. A luz das páginas do Padre António Vieira ilumina a sua busca. A Eternidade e o Desejo, o novo romance de Inês Pedrosa, explora o Brasil moderno em diálogo com a vida aventurosa do jesuíta do … Ler mais

Fica Comigo esta Noite
2007, Dom Quixote

“Fica Comigo Esta Noite”, pede um pai ao filho que lhe escapa por entre os dedos, numa de catorze histórias de pessoas normais subitamente surpreendidas pela constelação de desencontros a que chamamos vida. Histórias de mulheres e homens perdidos na infinita noite do desejo, histórias de traições e cumplicidades sem … Ler mais

A Instrução dos Amantes
2007, Dom Quixote

«A morte é a única testemunha da paixão. Tem ciúmes dos corpos e queima- os devagar. Quando os corpos se entregam ao império dos seus lumes é a morte que os ilumina».


Comprar livros de Inês Pedrosa: VER LIVRARIAS


Vídeo

Mais vídeos >>

Comentar