Dinis Muacho

com Sem comentários

Escritores > Dinis Muacho

Data Nasc: 06/01/1982 Naturalidade: Portalegre

Na web: Site Facebook Instagram


Poeta alentejano, nasceu a 06 de Janeiro de 1982 na cidade de Portalegre. É Engenheiro Mecatrónico.

A sua obra, poética e ficcional, figura em dezenas de antologias, tanto no seu país, como na América Latina, nomeadamente no Brasil. Decorria o ano de 2007 quando editou o seu primeiro livro de poesia, Poemas de um Cacarrusso, uma homenagem às gentes da sua amada terra, Aldeia Velha de Santa Margarida, no concelho de Avis. Três anos mais tarde, obteve o 1º Prémio no Concurso de Poesia Popular Alentejo-Algarve (Fundação INATEL) com o poema “A minha terra é d’Homens feita”. Em 2013, com o conto “Madre Alzira”, venceu o Concurso de Contos do Serviço Social do Comércio do Amazonas (Manaus – Brasil), o que lhe valeu a agraciação com a edição da antologia Madre Alzira & outros contos. No decorrer do mesmo ano, edita a sua segunda obra, Da cor dos meus Olhos, que conta já com duas edições impressas. Em 2016, vê sair do prelo Incensus, o seu mais recente livro de poesia, com um pequeno texto final do escritor José Luís Peixoto.

Ao longo do seu percurso poético tem escrito, também, para o universo do Fado e do Cante Alentejano, possuindo já algumas das suas letras cantadas, musicadas e gravadas em suporte digital, como é o caso do poema “Terra de Além Tejo”, do trabalho discográfico Encontros, da fadista Dora Maria, produzido por José Cid e com direcção musical de Custódio Castelo (2015). Esse mesmo tema faz também parte do reportório do Grupo Coral “Os Alentejanos da Damaia”, grandes dinamizadores do Cante Alentejano a Património Imaterial da Humanidade (UNESCO). Também Rão Kyao, monstro sagrado das músicas do mundo, acompanhou com a sua flauta mágica esse mesmo tema em 2016.

Ainda em 2016, o poema “Ao norte no Alentejo” foi consagrado como Hino do I Festival de Fado do Alto Alentejo (FestFado), musicado pelo mestre da guitarra portuguesa, Custódio Castelo. Os fadistas João Chora, Ana Roque, Cátia Montemor, Inês Linares e Ana Almeida também já emprestaram as suas vozes aos versos do multifacetado poeta.


Principais Obras Publicadas

Incensus
2016, Edição de autor

Sobre Incensus, escreveu o escritor José Luís Peixoto em jeito de posfácio a esta Obra poética: “No poema, uma única palavra pode sugerir o mundo inteiro. Quando é assim, o poema torna-se uma arquitetura de mundos e, por consequência, é também a apologia de uma ordem maior do que nós, … Ler mais

Da cor dos meus Olhos
2013, Edição de autor

“Da cor dos meus Olhos” é uma obra de poesia composta por 140 sonetos, escritos num período poético temporal de oito anos, em que o poeta aborda temas que giram em torno da poética camoniana e se desenvolvem a partir de um dos sonetos apócrifos de Camões. O Fogo, a … Ler mais

Poemas de um Cacarrusso
2007, Edição Junta de Freguesia de Aldeia Velha

Poemas de um Cacarrusso é o primeiro livro de poesia do poeta “cacarrusso” Dinis Muacho, uma homenagem às gentes da sua amada terra, Aldeia Velha de Santa Margarida, concelho de Aviz (cacarrussos é o nome por que são conhecidos os habitantes locais). O livro divide-se em três partes fundamentais: quadras, … Ler mais


Comprar livros de Dinis Muacho: VER LIVRARIAS


Notícias do escritor

De momento, não temos noticias sobre este escritor.


Vídeo

Mais vídeos >>

Comentar