Chico Buarque

com 2 comentários

Escritores > Chico Buarque

Data Nasc: 19/06/1944 Naturalidade: Rio de Janeiro, Brasil

Na web: Site Facebook


Biografia:

Francisco Buarque de Hollanda (Chico Buarque) nasceu no Rio de Janeiro, Brasil, a 19 de junho de 1944.

Conhecido com um dos maiores nomes da música popular brasileira, Chico Buarque é também, dramaturgo e escritor.

Em 1946, mudou-se para São Paulo e de 1953 a 1960 viveu em Roma, Itália.

No que à Literatura diz respeito, escreveu as peças Roda viva (1968), Calabar, escrita em parceria com Ruy Guerra (1973), Gota d’água, com Paulo Pontes (1975) e Ópera do malandro (1979).

Publicou a novela Fazenda modelo em 1974

O romance Estorvo, publicado em 1991, foi vencedor do Prémio Jabuti de melhor romance em 1992.

Em 2004, o romance Budapeste venceu o Prémio Jabuti de Livro do Ano. A obra é adaptada ao cinema, com participação especial do escritor.

Em 2009, lança o livro Leite Derramado, que também recebe o Prémio Jabuti de Livro do Ano bem como o Prémio Portugal Telecom de Literatura.

O romance O Irmão Alemão venceu o Prémio da Associação Paulista dos Críticos de Arte, em 2014.

Bibliografia:

Fazenda Modelo, 1974

Chapeuzinho Amarelo, 1979

A Bordo de Rui Barbosa, 1981

Estorvo, 1991

Benjamim, 1995

Budapeste, 2003

Leite Derramado, 2009

O Irmão Alemão, 2014

Peças

Roda Viva, 1967

Calabar, 1973 (coautoria Ruy Guerra)

Gota d’Água, 1975

Ópera do Malandro, 1978

O Grande Circo Místico, 1983




Principais Obras Publicadas

A Banda
2017, Alfaguara

Escrita e composta por Chico Buarque em 1966, A banda venceu o II Festival de Música Popular Brasileira, para o qual foi escrita, e conheceu um sucesso imediato nesse mesmo ano. Afonso Cruz viu na letra desta canção a celebração da vida e a vitória da música sobre a prisão … Ler mais

Leite Derramado
2015, Companhia das Letras [Reed. 2017]

Um homem muito velho espera a morte numa cama de hospital. Membro de uma família tradicional, desfia, num monólogo dirigido a quem quiser ouvir, a história da sua linhagem, desde os antepassados portugueses ao avô que lutou pelo fim da escravatura. Um sucesso no Brasil e em Portugal, o romance … Ler mais

O Irmão Alemão
2015, Companhia das Letras [Reed. 2017]

Aos 22 anos Chico Buarque descobriu que tinha um irmão alemão. Sergio Buarque de Holanda, reputado historiador e crítico literário, pai de Chico, vivera na Alemanha entre 1929 e 1930, enquanto correspondente de um jornal. A efervescente Berlim dos anos 30 serviu de cenário a um romance com uma mulher … Ler mais

Chapeuzinho Amarelo
2007, Quasi Edições

História de uma menina com medo do medo — uma menina amarela de medo — que transforma a fantasia dos contos em sua própria realidade, chegando ao ponto de não brincar, não se divertir, não comer, nem mesmo dormir. Enfrentando o desconhecido “O Lobo”, ela supera medos, inseguranças e descobre a … Ler mais

Budapeste
2004, Dom Quixote [Reed. 2008, BIS]

Terceiro romance do cantor/compositor brasileiro Chico Buarque. O protagonista é uma espécie de “homem duplicado”. José Costa, escritor, após uma aterragem forçada em Budapeste apaixona-se pela língua húngara, o que o torna Zsose Costa. A partir daí a sua vida divide-se em duas: dois amores, duas cidades, duas línguas, duas … Ler mais

Benjamim
1998, Editorial Presença [Reed. 2010, Dom Quixote; 2017, Companhia das Letras]

A morte de uma mulher está por trás da vida de Benjamim Zambraia. É a obsessão que o leva a associar tudo o que o cerca no presente a esse enigma do passado, a estabelecer todo o tipo de relações, a começar pelo instante em que encontra a jovem Ariela … Ler mais

Estorvo
1998, Dom Quixote [Reed. 2012, BIS]

Narrativa simultaneamente poética e alucinante, Estorvo constitui uma grande metáfora do Brasil e porventura do mundo contemporâneo. Uma das mais sólidas obras da literatura brasileira dos últimos tempos, e um livro de grande sucesso em Portugal.


Comprar livros de Chico Buarque: ALMEDINA | BERTRAND | BULHOSA | FNAC | LEYA | WOOK


2 Comentários

  1. Bem conseguido
    Sucinto e claro.
    Mais um pedaço acima do chão. Os meus parabéns.
    Amei.
    mjareal

  2. adelaide ferreira nishimura
    | Responder

    Muito bom! Se não me engano ” O Grande Circo Místico” é do Naum Alves a partir de um poema Jorge de Lima, assim como em “O corsário do rei”, o balé “Dança da Meia-lua” e do musical “Cambaio”, o Chico em parceria com o Edu lobo apenas compuseram as canções.

Comentar