Carlos de Oliveira

com Sem comentários

Escritores > Carlos de Oliveira

Data Nasc: 10/08/1921 Naturalidade: Belém do Pará, Brasil

Na web:


Carlos Alberto Serra de Oliveira nasceu em Belém do Pará, a 10 de agosto de 1921.

Filho de emigrantes portugueses, veio para Cantanhede aos dois anos de idade.

Publica, com Fernando Namora e Artur Varela, o pequeno livro de contos Cabeças de Barro em 1937.

Licenciado em Ciências Histórico-Filosóficas pela Faculdade de Coimbra, muda-se para Lisboa em 1948.

O seu primeiro livro de poemas, Turismo, é publicado em 1942, com ilustrações de Fernando Namora.

Casa na Duna, o seu primeiro romance, é lançado em 1943, seguindo-se o romance Alcateia, em 1944, obra apreendida pelo regime. Em 1945, publica o livro de poesia Mãe Pobre.

Colabora nas revistas Seara Nova e Vértice e, ainda, num livro de Fernando Lopes Graça, Marchas, Danças e Canções, uma antologia de vários poetas, musicadas pelo maestro.

Em 1953 publica Uma Abelha na Chuva, o seu quarto romance, unanimemente reconhecido como uma das mais importantes obras da literatura portuguesa do século XX, tendo sido integrado no programa da disciplina de português no ensino secundário.

Em 1968 publica dois novos livros de poesia, Sobre o Lado Esquerdo e Micropaisagem.

Em 1971 lança O Aprendiz de Feiticeiro, colectânea de crónicas e artigos, e Entre Duas Memórias, livro de poemas que lhe vale o Prémio da Casa da Imprensa.

Em 1976 reúne toda a sua poesia em dois volumes, sob o título de Trabalho Poético, juntando aos seus poemas anteriores os inéditos reunidos em Pastoral, publicado autonomamente no ano seguinte.

O seu último romance, Finisterra, publicado em 1978, é galardoado com o Prémio Cidade de Lisboa no ano seguinte.

Morre na sua casa em Lisboa, a 1 de Julho de 1981.

Obras Publicadas:

Turismo (1942)

Casa na Duna (1943, com prefácio de Mário Dionísio; 2000)

Alcateia (1944)

Poesias (1945)

Mãe Pobre (1945)

Colheita Perdida (1948)

Pequenos Burgueses (1948)

Descida aos Infernos (1949)

Terra de Harmonia (1950)

Uma Abelha na Chuva (1953)

Cantata (1960)

Micropaisagem (1968)

Sobre o Lado Esquerdo, o Lado do Coração (1968)

O Aprendiz de Feiticeiro (1971)

Entre Duas Memórias (1971)

Os corvos (1971)

Pastoral (1977)

Trabalho Poético (1976)

Finisterra: paisagem e povoamento (1978)

 


Principais Obras Publicadas

Finisterra: paisagem e povoamento
1978, Sá da Costa [Reed. 2003, Assírio & Alvim]

Carlos de Oliveira leva-nos a Finisterra — paisagem e povoamento, para ambientes crus e ásperos. Vive-se o passado numa viagem onde a memória é desenraizada e projectada numa ambiência mágica e fantasmagórica, dando-se origem a uma construção temporal e espacial única na literatura portuguesa. O homem regressa à terra natal, … Ler mais

Trabalho Poético
1976, [Reed. 2003, Assírio & Alvim]

Plano Nacional de Leitura Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura. Trabalho Poético reúne toda a obra poética do autor: Turismo, Mãe Pobre, Colheita Perdida, Descida aos Infernos, Terra de Harmonia, Ave Solar, Cantata, Sobre o Lado Esquerdo, Micropaisagem, Entre Duas Memórias e Pastoral. Inicialmente como um … Ler mais

O Aprendiz De Feiticeiro
1971, [Reed. 2004, Assírio & Alvim]

O Aprendiz de Feiticeiro é uma colectânea de crónicas e artigos. Alguns destes textos, publicados em jornais e revistas, foram muito remodelados pelo autor. Esta é a versão definitiva, que substitui, para todos os efeitos, a primeira. Tal como nos outros volumes de Carlos de Oliveira publicados pela Assírio & … Ler mais

Uma Abelha na Chuva
1953, [Reed. 2015, Assírio & Alvim]

Plano Nacional de Leitura Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura. «A abelha foi apanhada pela chuva: vergastadas, impulsos, fios do aguaceiro a enredá-la, golpes de vento a ferirem-lhe o voo. Deu com as asas em terra e uma bátega mais forte espezinhou-a. Arrastou-se no saibro, debateu-se … Ler mais

Casa na Duna
1948, [Reed. 2004, Assírio & Alvim]

Casa na Duna foi publicada pela primeira vez em 1943. “Aqui não sabemos o que mais admirar — da desenvoltura da escrita à densidade do tema, passando pelas principais personagens, jamais reduzidas a caricaturas. Isto num autor que, à época, só tinha 22 anos! Corrocovo, a aldeia da novela, funciona como … Ler mais

Pequenos Burgueses
1948, [Reed. 2005, Assírio & Alvim]

«Pequenos Burgueses» foi publicado pela primeira vez na Coimbra Editora, em 1948. O texto definitivo, que aqui se reproduz, é o da 7ª edição, Livraria Sá da Costa Editora, Lisboa, 1981, tendo sido corrigidos alguns lapsos. Com este volume damos por terminada a publicação das obras de Carlos de Oliveira.


Comprar livros de Carlos de Oliveira: VER LIVRARIAS


Notícias do escritor

De momento, não temos noticias sobre este escritor.


Textos do escritor

30/01/2018 - Carta a Ângela (Poemas)


Comentar