Bernardo Santareno

com Sem comentários

Escritores > Bernardo Santareno

Data Nasc: 19/11/1920 Naturalidade: Santarém

Na web:


Bernardo Santareno, pseudónimo literário de António Martinho do Rosário, nasceu em Santarém a 19 de novembro de 1920.

Licenciou-se em Medicina pela Universidade de Coimbra, tendo-se especializado em psiquiatria, atividade que conciliou, durante anos, com a escrita para teatro.

A sua carreira literária iniciou-se com três livros de versos (“A Morte na Raiz”, 1954; “Romances do Mar”, 1955; “Os Olhos da Víbora”, 1957), mas foi como dramaturgo que se impôs, sendo considerado um dos maiores dramaturgos portugueses do século XX.

A sua obra costuma dividir-se em dois ciclos. Peças integrantes do primeiro ciclo: “A Promessa”, “O Bailarino” e “A Excomungada”, publicadas conjuntamente em 1957; “O Lugre” e “O Crime de Aldeia Velha”, 1959; “António Marinheiro ou o Édipo de Alfama”, 1960; “Os Anjos e o Sangue”, “O Duelo” e “O Pecado de João Agonia”, 1961; “Anunciação”, 1962.

Segundo ciclo: inicia-se a partir de 1966, com a narrativa dramática “O Judeu”, seguido de “O Inferno” (1967), “A Traição do Padre Martinho” (1969) e “Português, Escritor”. O drama autobiográfico “45 Anos de Idade” (1974) seria o primeiro original português a estrear-se depois da revolução. Mais tarde publica ainda “Os Marginais e a Revolução” (1979).

Publicou em 1959 um volume de narrativas, “Nos Mares do Fim do Mundo”, fruto da sua experiência como médico da frota bacalhoeira, experiência que dramaticamente transpôs em “O Lugre”, e deixou inédito um dos seus mais vigorosos dramas, “O Punho”, cuja ação se localiza no quadro revolucionário da Reforma Agrária, em terras alentejanas.

A sua obra dramática completa está publicada em quatro volumes, organizada e anotada por Luiz Francisco Rebello e publicada em 1984 e 1987.

Faleceu, em Oeiras, no dia 29 de agosto de 1980.

.


Principais Obras Publicadas

Obras Completas, Volume IV
1987, Editorial Caminho

Inclui “Português Escritor 45 anos de idade”; “Os Marginais e a Revolução”; “Três Quadros de Revista”; “O Punho”

Obras Completas, Volume III
1986, Editorial Caminho

Inclui “O judeu”; “O inferno” e “A traição do Padre Martinho”

Obras Completas, Volume II
1985, Editorial Caminho

Inclui “António Marinheiro”; “Os anjos e o sangue”; “O duelo”; “O pecado de João Agonia” e “Anunciação”

Obras Completas, Volume I
1984, Editorial Caminho

Entre 1954, ano em que publicou o seu primeiro livro (“A Morte na Raiz”, poesia), e o ano da sua morte, 1980, Bernardo Santareno escreveu dezanove peças de teatro, uma das quais especificamente concebida para televisão, dois outros volumes de poesia além daquele, um livro de crónicas baseado na sua … Ler mais

A traição do Padre Martinho
1969, Edições Ática

«Mas a mais importante revelação de uma personalidade de dramaturgo é, nos últimos anos, a de Bernardo Santareno, cuja bela imaginação diagonal e cénica vai inspirar-se na fraseologia e num misto de poesia e superstição populares, e organiza tal inspiração segundo certo sentimento, erótico e religioso, de uma íntima comunhão … Ler mais

O Inferno
1967, reed. 2016, E-primatur

CHESTER, 6-5-66 — Ian Brady e Myra Hindley, os amantes diabólicos, foram condenados a prisão perpétua, findo o seu julgamento, iniciado a 19 de Abril, no tribunal de Chester. Acusados de terem assassinado Edward Evans, de 17 anos, Lesley Ann Downey, de 10 e John Kilbride, de 12, sempre negaram … Ler mais

O Judeu
1966, reed 1999, Ática

António José da Silva, o «Judeu», nascera no Rio de Janeiro em 1705, de uma das famílias cristãs-novas que se tinham acolhido à relativa tolerância religiosa que as condições da colonização brasileira e o tratado de paz com os Holandeses impuseram até fins do século XVII. Com oito anos de … Ler mais

Anunciação
1962, reed 1973, Ática
O Duelo
1961, Ática [reed. 2017, Bicho do Mato]

Numa lezíria, personagens olham-se de frente e estabelecem tensões entre a memória mal resolvida do passado e a dificuldade em ver o presente como ele é. Laços familiares e laços de poder onde cada um tenta delinear um território. Com os toiros em pano de fundo, a tensão entre as … Ler mais

O pecado de João Agonia
1961, reed. 2009, Ática

Plano Nacional de Leitura Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura. Bernardo Santareno é considerado um dos maiores dramaturgos portugueses de sempre e o principal dramaturgo português do século XX. “O Pecado de João Agonia”, peça fundamental da dramaturgia de Santareno, aborda o tema da homossexualidade e … Ler mais

Os anjos e o sangue
1961, reed. Ática
Nos Mares do Fim do Mundo
1959, reed. 2016, E-primatur

Na história da literatura portuguesa do século XX, este livro é um objecto estranho e raro onde a poesia e a realidade cruzam mãos num cenário onde domina a natureza inóspita que realça o elemento humano. «Nos Mares do Fim do Mundo foi, em grande parte, escrito a bordo do … Ler mais

O Lugre
1959, Ática

Peça em 6 quadros

Os Olhos da Víbora
1957, Casa Ardina [reed. 2006, Ática]

Livro de poesia

Romances do Mar
1955, Tip. Escolar

Livro de poesia

A Morte na Raíz
1954, Minerva

Livro de poesia


Comprar livros de Bernardo Santareno: VER LIVRARIAS

Comentar