António Santos

com Sem comentários

Escritores > António Santos

Data Nasc: 05/05/1945 Naturalidade: Lisboa

Na web: Facebook


António Santos é jornalista desde 1973.

Na RTP, foi repórter, editor, chefe de redação, coordenador de notícias, pivô de noticiários (Informação-2, Jornal das 9) e autor de conteúdos televisivos como o Jornalinho, um telejornal para os mais novos.

Na imprensa assinou crónicas regulares na Gazeta dos Desportos, Record, O Jornal, O Diário, Tempo Livre e Visão.

Nos XIII e XIV Governos Constitucionais, foi o coordenador de comunicação e o assessor de imprensa do Primeiro-Ministro António Guterres.

Antes do seu livro mais recente, O Contador de Retratos, de 2013, em 2010, António Santos publica o seu quarto livro (e segundo romance) Deixei-te o Sorriso em Casa, depois da saída de O Pescador de Girassóis, também romance, no ano de 2007. Em 2003 edita a colectânea de contos Os Sapos Vivos estão pela Hora da Morte. Antes disso, em 1986, numa co-autoria, lança a selecção de textos As Noites Longas do Fm-Estéreo, título homónimo do programa que criou, realizou e apresentou na Rádio Comercial durante quatro anos.

.

Obras Publicadas:

As Noites Longas do Fm-Estéreo (coautoria), Rádio Comercial, 1986

Os Sapos Vivos estão pela Hora da Morte, Gótica, 2003

O Pescador de Girassóis, Editorial Presença, 2007

Deixei-te o Sorriso em Casa, Oficina do Livro, 2010

O Contador de Retratos; Âncora Editora, 2013

.


Principais Obras Publicadas

O Contador de Retratos
2013, Âncora Editora

-São onze retratos, onze histórias silenciadas anos a fio por causa das moscambilhas, da luxúria, dos medos que poderiam revelar. Há um pentagrama ligando Elisabeth e Leonardo O Vitrúvio, dois estranhos que se descobrem pelos portais de Paris. Há uma caixa contendo a prova de que o Presidente Kennedy, assassinado … Ler mais

Deixei-te o Sorriso em Casa
2010, Oficina do Livro

Uma herança levou Nuno à profissão de livreiro, o coração levou-o a Isabel. Naquela vila templária ninguém duvidava de que Nuno e Isabel, os namorados que coleccionavam sorrisos, acabariam um dia por casar. Um encontro acidental põe à prova um amor que parecia imune à tentação. E as coisas complicam-se … Ler mais

O Pescador de Girassóis
2007, Editorial Presença

O velho pescador que pinta girassóis na proa do seu barco e sonha partir um dia, de velas enfunadas, para se perder na linha do horizonte. O jovem casal de amantes que sonha viver a sua paixão ao sabor da maresia e do vento morno de cada fim de tarde. … Ler mais

“Ponho-me a pensar no que sei do António e acho que ele aí está, inteiro e vivo, neste Os Sapos Vivos estão pela Hora da Morte. Vejo-o encostado à parede mais próxima, de olho pregueado a sorrir e ouvido redondo de curiosidade, a fazer-se invisível mesmo quando no centro da … Ler mais


Comprar livros de António Santos: VER LIVRARIAS


Notícias do escritor

De momento, não temos noticias sobre este escritor.

Comentar