António Ferra

com Sem comentários

Escritores > António Ferra

Data Nasc: Naturalidade: Porto

Na web: Blog Facebook


António Ferra nasceu no Porto em 1947 e vive em Lisboa.

Para além da docência no ensino secundário, fez formação de professores e de profissionais de saúde na área da animação comunitária, dramaterapia/expressão dramática e da dinâmica de grupos e análise organizacional.

Foi leitor em Cardiff, na Universidade do País de Gales, e formador de professores na República da Guiné Bissau, onde nasceu um livro.

É artista plástico e escritor, tendo publicações em diversas áreas, nomeadamente a pedagogia e a literatura infantil, com relevo para o teatro, em que é autor premiado (Caleidoscópio, 1980 ).

Desde muito jovem esteve ligado ao jornalismo, tendo publicações dispersas por vários jornais e revistas, nomeadamente “O Jornal da Educação”, desde o início até à sua extinção como publicação autónoma.

Tem vindo a cultivar um estilo diarístico e de reflexão num work in progress que dá pelo nome de “O funcionamento de certas coisas”.
.

Bibliografia:

Teatro e contos para a infância e juventude

Zé Pimpão, João Mandão e os Sapatos Feitos à Mão, 1978

A Canção de Começar, 1979

Caleidoscópio  – (Prémio de Teatro da Secretaria de Estado da Cultura), 1980

Histórias E Teatrada Com Alguma Bicharada, 1994

O Anjo e o Gato e outras Histórias, 2005

Meu Reino Por Um Cavalo – (no Plano Nacional de Leitura), 2011

Pedagogia

Pedagogia Centrada Na Pessoa, 1981

Aprendizagem e Mudança, 1984

Anima- Pedagogia e Animação Comunitária, 1992

A Casa-Mãe, 1998

Poesia e Pintura

Norte, 1986

O Desemprego dos Dias, 2005

Com a cidade no Corpo, 2002

A Palavra Passe, 2006

Livro de Reclamações (complaints Book), 2010

Marias Pardas, 2011

Dos livros levanta-se um pássaro, 2017

Ficção

Crónica dos Novos Feitos da Guiné, 1996

O Vermelho e o Negro, 2004

Olhar o Silêncio, 2005

Água e Fogo, 2006

Silêncios Comprados, 2007

Estação Suspensa, 2009

Bio grafia, 2010

Fugindo de Todos os Fogos, 2016

.


Principais Obras Publicadas

A gasosa que eu bebia em miúdo é que era boa, cheia de gás e açúcar, a saber a limão. Ali estava a natureza crua, plena de sumo a transbordar de futuro. Quando se abria a garrafa, abria-se o mundo em bolhas de sol, ficava frescura nos lábios sedentos de … Ler mais

A rua parecia acordar com aquela cena do cavalo na calçada. O homem limpava com a manga a cara encharcada, continuando a segurar as rédeas. Um cego, encostado a um portal, desatou a tocar uma melodia monótona num clarinete vermelho e o cavalo ficou mais agitado ainda. O dono insultava-o … Ler mais

Marias Pardas
2011, & Etc.

Não por acaso é este livro dedicado a Maria do Céu Guerra, a “Maria Parda” por excelência, e no mês de mais um aniversário de “A Barraca”. O autor, António Ferra, enquanto pintor ilustrou o livro “Escalpe” (de Amadeu Baptista) por nós editado. No presente livro, A. Ferra como que … Ler mais

Meu Reino Por um Cavalo
2011, Trinta por uma Linha

Meu Reino Por Um Cavalo (título que reproduz as últimas palavras de Ricardo III, na respectiva peça de Shakespeare) é um conjunto de vinte e um poemas elaborados a partir de versos de vinte e um poetas. Partindo de “Quero um cavalo de várias cores…”, de Reinaldo Ferreira, são glosados … Ler mais

Livro de Reclamações
2010, Fabula Urbis


Comprar livros de António Ferra: VER LIVRARIAS

Comentar