Entrevista a Luís Vendeirinho

com Sem comentários

‘Os livros foram a minha primeira janela para o mundo’

Convidámos o escritor Luís Vendeirinho a responder às nossas habituais 7 questões.
Poderá ler as suas respostas aqui.

.

Luís Vendeirinho nasceu em Lisboa, a 20 de Setembro de 1957.

Entre 2005 e 2010 viu publicados três romances de sua autoria, “Requiem”, “Cátedra de Mármore” e “Uma Farpa na Clareira”, qualidade de autor firmada como sócio e actual secretário da mesa da Assembleia-Geral da Associação Portuguesa de Escritores (APE), e sócio da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA).

É colaborador do jornal e revista A Página da Educação desde 2005, sócio fundador do Clube Português de Mineralogia (CPMIN) com sede no Museu Nacional de História Natural, de que é secretário da mesa da Assembleia-Geral, e foi membro da Direcção da Associação dos Encarregados de Educação da EB1 101 e Jardim-de-Infância de Alvalade entre 2008 e 2010, no Agrupamento de Escolas em que também integrou o Conselho Pedagógico e o Conselho Geral.

Em 2017, lançou o e-manuscrito “O Abrigo” e o livro “Duo Mundi”.

 

Comentar