Entrevista a Ana Cristina Silva

com Sem comentários

‘Hoje em dia, os livros tendem a ser iguais’

Convidámos a escritora Ana Cristina Silva a responder às nossas habituais 7 questões.
Poderá ler as suas respostas aqui.

.

Ana Cristina Silva é Professora Universitária no ISPA-IU, Doutorada em Psicologia da Educação.

Escreveu até ao momento onze romances: Mariana, Todas as Cartas (2002), A Mulher Transparente (2003), Bela (2005), À Meia-luz (2006), As Fogueiras da Inquisição (2008), A Dama Negra da Ilha dos Escravos (2009), Crónica do Rei-Poeta Al-Mu’Tamid (2010), Cartas Vermelhas (2011, selecionado como Livro do Ano pelo jornal Expresso e finalista do Prémio Literário Fernando Namora), O Rei do Monte Brasil (2012, finalista do Prémio SPA/RTP e do Prémio Literário Fernando Namora, e vencedor do prémio Urbano Tavares Rodrigues), A Segunda Morte de Anna Karénina (2013, finalista do Prémio Literário Fernando Namora) e A Noite não é Eterna (vencedor da 20ª edição do Prémio Fernando Namora).

.

Comentar