A Orelha Negra

com Sem comentários

No areal morno a caminhar para o quente, de maré baixa ainda a vazar, de crianças airosas como peixes voadores (e cachalotes elegantes), de pais na meia idade enfadados a olhar os horizontes perdidos, e os vizinhos do lado à espreita e à escuta como eu, bisbilhoteiro de vida alheia (com válidas razões literárias), de estrangeiros de várias procedências inchados e coloridos como travessas de marisco deixadas ao sol a estorricar, neste areal de um Algarve de moço árabe dizia eu, duas mamãs esclarecidas (uma delas leitora corajosa de “Mulheres”, de Bukovsky) debatem matérias de peso. São nortenhas e desabridas.

.

Autor: Tiago Salazar

Género: Teatro

Edição: Julho de 2017

Páginas: 74

.