“Quando Portugal Ardeu” apresentado na Póvoa do Varzim

com Sem comentários

O livro Quando Portugal Ardeu da autoria de Miguel Carvalho, editado pela Oficina do Livro, tem sessão de apresentação agendada para o dia 5 de maio, pelas 18h30, no Theatro Livraria, na Póvoa do Varzim.

.

Histórias e segredos da violência política no pós-25 de Abril.

Quem foram as primeiras vítimas mortais da democracia? Por que razão foram assassinados Padre Max, Rosinda Teixeira e Joaquim Ferreira Torres? Quem protegia e que segredos escondia a rede bombista de extrema-direita? Como enfrentou o cônsul dos EUA no Porto o PREC? O que relatam os diários do norueguês baleado no Verão Quente de 1975? Como é que a Igreja mobilizou e abençoou a luta contra o «comunismo»? O que sabia a PJ sobre o terrorismo político e tudo o que nunca chegou a julgamento? Com recurso a centenas de documentos, entrevistas e testemunhos inéditos, esta investigação jornalística traz à luz do dia histórias secretas ou esquecidas do pós-25 de Abril. Quando Portugal ardeu e esteve à beira da guerra civil.

.

Comentar