‘O filho de mil homens’ reeditado

com 1 comentário

O livro ‘O filho de mil homens’ de Valter Hugo Mãe, editado pela primeira vez em 2011 pela Alfaguara, volta agora aos escaparates das livrarias com chancela da Porto Editora e com prefácio de Alberto Manguel.

 .

«Raramente a Literatura universal produziu um texto tão sensível e humano quanto este. O filho de mil homens é uma obra da ourivesaria literária de Valter Hugo Mãe. Uma experiência de amor pela humanidade que explica como, afinal, o sonho muda a vida.
Crisóstomo, um pescador solitário, ao chegar aos quarenta anos de idade decide fazer o seu próprio destino. Inventa uma família, como se o amor fosse sobretudo a vontade de amar.
Sempre com a magnífica capacidade poética de Valter Hugo Mãe, esta história é um elogio a todos quantos resistem para além do óbvio.»
..
«Através de um desdobramento magistral de personagens estranhas e únicas, Mãe oferece-nos uma espécie de catálogo da extraordinária variedade dos elementos da nossa espécie e das admiráveis qualidades de cada um deles.» – Alberto Manguel

.

Um comentário

  1. Vale pelo autor.
    Um escritor diferente… procura outras paragens para cenários das suas obras.

Comentar