À conversa com noiserv

com 2 comentários

O músico Noiserv recebeu o escritores.online no intervalo de um ensaio para uma breve conversa sobre escritores e livros.

David, qual a obra de língua portuguesa que mais te marcou?

Resposta difícil. Tendo que escolher um, talvez A Viagem do Elefante de José Saramago. Tornou-se um livro muito especial para mim por toda a ligação que criei com a obra e com a vida do autor.

Há algum livro que te tenha, de certa forma, inspirado a compor uma música?

A banda sonora do filme José&Pilar, que tive o prazer de compor, foi claramente influenciada pela obra de José Saramago.

Tens algum escritor lusófono de referência?

Será provavelmente um lugar comum a minha resposta, mas se tiver de encontrar um autor transversal a toda a minha vida terá de ser Fernando Pessoa. De uma maneira ou de outra, é claramente o escritor que mais me marcou e que me ajudou até a interpretar algumas “idades” da minha vida.

O que andas a ler por esta altura?

Na verdade, entre tantos projetos diferentes e concertos, não me tem sobrado muito tempo para ler. Tenho muitas hipóteses na prateleira da sala, nomeadamente desta nova e talentosa geração de escritores portugueses, mas, neste momento, nenhum está aberto.

Que livro gostarias de escrever?

Se soubesse, já tinha começado. Mas um dia saberei e irei, seguramente, escreve-lo nessa altura.

Achas que a tua vida daria um enredo interessante para uma obra?

Acredito que todas as vidas, à sua maneira, dariam um bom livro. Sobre mim, não sei muito bem, mas a luta por aquilo em que mais acredito, a música, teria, necessariamente, que estar presente.

Qual a banda sonora ideal para acompanhar a leitura de um livro?

Depende do livro, mas acho que música e literatura combinam, de facto, muito bem.

.

Tema “Palco do Tempo” interpretado por David Santos / Noiserv da banda sonora do documentário José & Pilar.

.

2 Comentários

  1. Livros e música, palavras e notas musicais, um mundo de cumplicidades.

    amei.

  2. Livros e música, palavras e notas musicais, um mundo de cumplicidades.

    amei.

Comentar