“Liberdade, Pátria, Honra” apresentado a 9 de janeiro em Lisboa

com Sem comentários

lib

“Liberdade, Pátria, Honra”, o mais recente título de José Adelino Maltez, no qual o autor reflete sobre a ação da Maçonaria em Portugal e o seu papel enquanto membro do Grande Oriente Lusitano, é apresentado no dia 9 de janeiro, às 18h00, na Sociedade de Geografia de Lisboa.

A sessão conta com a participação de Fernando Lima (Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano) e de Jorge de Sá (ISCSP).

“Em Portugal, a Maçonaria teve profunda influência na construção do regime demoliberal da monarquia constitucional e da I República e ainda foi uma alavanca fundamental das parcelas das forças armadas não salazaristas do Vinte e Oito de Maio. A partir de 1935, foi legalmente extinta e efetivamente perseguida, retomando a sua atividade não clandestina depois de 1974, a partir de cerca de uma centena de irmãos que semearam a continuidade da tradição da Ordem. A regeneração da tradição demoliberal, a que a Maçonaria está profundamente ligada, não permitiu que a instituição clássica representada no Grande Oriente Lusitano e as novas obediências instituídas, sobretudo na década de noventa do século XX, pudessem ter influência moral equivalente ao que sempre sucedeu em regimes como os do Brasil, dos Estados Unidos da América, da França ou a Grã-Bretanha, cujas democracias são efectivas co-criações maçónicas.”

 

Deixe um comentário