‘Genuína Fazendeira – os frutíferos 100 anos de Cleonice Berardinelli’ lançado em Lisboa

com Sem comentários

Está agendada para o dia 24 de maio, pelas 17 horas, a sessão de lançamento da obra ‘Genuína Fazendeira – os frutíferos 100 anos de Cleonice Berardinelli’, com chancela Bazar do Tempo.

A apresentação estará a cargo de Ivo Castro, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Segue-se a projeção do filme ‘O Vento Lá Fora – Cleonice Berardinelli, Maria Bethânea e a Poesia de Fernando Pessoa’, do realizador Marcio Debellian.

A sessão contará com a presença de Sua Excelência o Ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.

.

«Para celebrar o centenário de Cleonice Berardinelli, referência maior dos estudos das literaturas portuguesas no Brasil, a edição, organizada por Gilda Santos e Paulo Motta, reúne textos de 100 autores que buscam captar as múltiplas facetas dos férteis 100 anos desta grande mestra, responsável por estudos e publicações definitivas das obras de escritores como Fernando Pessoa, Luís de Camões e Mário de Sá-Carneiro. Nas palavras das maiores autoridades intelectuais da área, entre acadêmicos, colegas, artistas, amigos, familiares, ex-alunos, admiradores e confrades, sua vida e sua obra ganham amplo e inédito realce em valiosos ensaios críticos, testemunhos e depoimentos, que revisitam alguns dos temas mais relevantes da literatura portuguesa e também brasileira. “Genuína fazendeira” é como o poeta Carlos Drummond de Andrade nomeou Cleonice, numa dedicatória feita em sua Obra completa, nos anos 1960. Além de Drummond, o livro apresenta textos de nomes como Carlos Pitella-Leite, Helder Macedo, Maria Bethânia, Marco Lucchesi, Nélida Piñon, Pilar del Rio, Zuenir Ventura, além de Marcelo Rebelo de Sousa, presidente da República Portuguesa.»

.

Comentar