escritores.online apoiado pelo Plano Nacional de Leitura

com 3 comentários

O Plano Nacional de Leitura é, desde hoje, o novo Parceiro Institucional da plataforma escritores.online.

A junção de sinergias tem como objetivos centrais:

. desenvolver competências nos domínios da leitura e da escrita, bem como alargar e aprofundar os hábitos de leitura da sociedade portuguesa, designadamente da população escolar;

. estimular a colaboração com um leque alargado de intervenientes, nomeadamente, associações, serviços educativos, mediadores de leitura, escritores, ilustradores, criadores, investigadores, editores, livreiros, entre outros que se disponibilizem a participar em ações ou a promover iniciativas;

. criar um ambiente social favorável à valorização do livro, da leitura e da experiência cultural e científica;

. aprofundar a articulação entre a educação, a cultura, a ciência e a tecnologia;

. desenvolver uma ação integrada de promoção da leitura e da escrita e das múltiplas literacias, nomeadamente, a cultural, a científica e a digital.

A plataforma escritores.online, que pretende ser a maior e a mais completa Base de Dados alguma vez criada sobre escritores de língua portuguesa, conta, igualmente, com o apoio institucional de seis outras entidades nacionais: Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das BibliotecasSociedade Portuguesa de AutoresAssociação Portuguesa de EscritoresCamões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.Rede de Bibliotecas Escolares  e  Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, através do CLEPUL – Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias, criado pelo Professor Jacinto Prado Coelho em 1975.

Recorde-se que a página www.escritores.online já recebeu – em apenas 7 meses de existência – mais de 1 milhão e duzentas mil visitas.

.

3 Comentários

  1. MARIA MARGARIDA LEIRIA
    | Responder

    Gosto muito de ler

    • Maria Leonor
      | Responder

      Uma alternativa à edição tradicional que desejo cumpra as expectativas que criou naqueles que a apoiam. Bem hajam!

  2. Maria Leonor
    | Responder

    Uma alternativa à edição tradicional que desejo cumpra as expectativas que criou naqueles que a apoiam. Bem hajam!

Comentar