Sandro William Junqueira

com Sem comentários

Escritores > Sandro William Junqueira

Data Nasc: Naturalidade: Rodésia

Na web: Facebook


Sandro William Junqueira nasceu em 1974.

Publicou:

O Caderno do Algoz – Caminho 2009

Um Piano para Cavalos Altos – Caminho e Leya Brasil, 2012

No Céu não há Limões – Caminho 2014

(Finalista do Grande Prémio do Romance e Novela da Sociedade Portuguesa de Autores 2015)

A Cantora Deitada – Caminho 2015

(Nomeado Melhor Livro Infantil-Juvenil para o Prémio Autores 2016 – SPA)

A Grande Viagem do Pequeno Mi – Caminho 2016

Quando as Girafas Baixam o Pescoço – Caminho 2017

Autor do texto para teatro “Os Anjos Tossem Assim” in PANOS, Culturgest – 2014

Contribuiu com um conto para a revista GRANTA – 2014

E em 2012, foi considerado um dos escritores para o futuro pelo semanário Expresso.


Principais Obras Publicadas

A mulher gorda gosta de comprar jacintos, o desempregado sonha com um prato de goulash e há duas irmãs que andam a costurar linhas complicadas entre elas. De vez em quando, nos intervalos dos barulhos da cidade, ouve-se pelas paredes uma música de Brell, rosas a crescer ou um programa … Ler mais

O Pequeno Mi dá-se conta de que, aparentemente, perdeu algo, mas não sabe o que foi. Passa uma série de obstáculos e peripécias para encontrar o que perdeu e, no fim, chega à conclusão que, afinal, não perdeu: a imaginação. Tal como Sandro William Junqueira e Rachel Caiano a não … Ler mais

A Cantora Deitada
2015, Caminho

Até que Alice começou a cantar. Cantar era a sua forma preferida de falar. Só que não cantava de pé, nem no duche, nem em concursos de televisão… Alice só cantava deitada, ao ar livre…

No Céu não Há Limões descreve um mundo em guerra entre o Norte rico e o Sul pobre, em que os pobres do Sul tentam por todos os meios ter acesso ao bem-estar do Norte, e os do Norte usam de todos os meios para conservar a sua riqueza só … Ler mais

Uma cidadela cercada pela natureza onde os lobos são ameaça. Um muro que serve de barreira. Uma sociedade exemplarmente organizada, anos após um grande desastre. Um governo que sabe que o medo é motor e que legisla música. Uma fábrica que produz empadas e apronta cremações. Um microcosmo familiar onde … Ler mais

O Caderno do Algoz
2009, Caminho

É antes, um romance de montagem do inconsciente: fragmentos de uma arquitectura humana, urbana e emocional. Nele encontramos um espaço/cidade/estado sem referências geográficas, temporais, históricas ou políticas. Há personagens que o habitam e se cruzam. Guiados por pontos cardeais: norte, sul, este, oeste. E reféns de uma única estação climática: … Ler mais


Comprar livros de Sandro William Junqueira: VER LIVRARIAS


Crítica

Brevemente...

Ler mais>>

Comentar