Miguel Miranda

com Sem comentários

Escritores > Miguel Miranda

Data Nasc: 18/05/1956 Naturalidade: Porto

Na web: Facebook


Miguel Miranda é médico e autor de vários romances, livros de contos e livros infantis.

Recebeu o Grande Prémio de Conto da Associação Portuguesa de Escritores pelo livro Contos à Moda do Porto (1996); o Prémio Caminho de Literatura Policial pelo livro O Estranho Caso do Cadáver Sorridente (1997); e o Prémio Fialho de Almeida em duas ocasiões, pelos livros A Maldição do Louva-a-Deus (2001) e Todas as Cores do Vento (2013).

Foi, também, finalista do Prémio PEN Narrativa 2012 (Todas as Cores do Vento) e do Prémio Violeta Negra 2014 do Festival de Literatura Policial de Toulouse (Donnez Leur, Seigneur, le Repos Éternel, edição francesa de Dai-lhes, Senhor, o Eterno Repouso).

Está traduzido em Itália e França e representado em diversas coletâneas.

No catálogo da Porto Editora figuram já os seus romances Dai-lhes, Senhor, o Eterno Repouso, Todas as Cores do Vento e A Paixão de K, bem como o livro de contos A Fome do Licantropo e Outras Histórias.


Principais Obras Publicadas

Caracas é uma cidade a ferro e fogo. A vida de Martingo e Divone também. O sequestro e a morte da filha, Íris, na selva colombiana, constituem um drama que os precipita num labirinto de dor. Martingo é mais duro de sentimentos, reage melhor à perda da filha, Divone vive … Ler mais

Sem Coração
2015, Porto Editora

Dois homicídios, encapotados de morte natural, e o roubo do coração do rei D. Pedro IV do mausoléu da igreja da Lapa, no Porto, são o pretexto para uma nova investigação do detetive privado Mário França. Em conjunto com a sua equipa de agentes marginais, com métodos peculiares mas de … Ler mais

A Fome do Licantropo e Outras Histórias é um conjunto de vinte e cinco contos, ordenados alfabeticamente, em que se abordam artes, ofícios e vocações, das mais vulgares às mais estranhas e inopinadas. Este mostruário (ou «monstruário») não exaustivo viaja por territórios do absurdo e da insanidade da natureza humana, … Ler mais

Ao obter, em 1996, com Contos à Moda do Porto, o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores, Miguel Miranda consagrou-se como um dos mais notáveis cultores portugueses da ficção curta. Nestas estórias, um variado rol de personagens disfuncionais, que vivem à margem da … Ler mais

A Paixão de K
2013, Porto Editora

Além de perito em arte, Perfecto Cuadrado é um habilidoso falsário que viaja pelo mundo desenhando rostos anónimos no metropolitano e colecionando mulheres belas e sedutoras. É um homem experimentado na arte de seduzir e de amar. Nada faria prever que se apaixonasse de forma eruptiva por uma mulher misteriosa … Ler mais

Todas as cores do vento
2012, Porto Editora

No mesmo prédio habitam um poeta, um judeu ortodoxo, um palestiniano, uma testemunha de Jeová e uma mulher agnóstica. E um gato. Cada um vive encerrado na sua masmorra, exceto o gato, que será testemunha das tensões, ódios, paixões e conflitos religiosos que surgirão entre os inquilinos. Num quotidiano tantas … Ler mais

A ameaça de um grande atentado contra o Papa desencadeia uma intrincada investigação. Mas, no meio eclesiástico, as mortes não explicadas sucedem-se, adensando um clima de suspeita e medo. Entretanto, o porta-aviões Varyag, transformado em casino flutuante, é palco para o assassínio de Lady Godiva, uma bela e afamada cantora. … Ler mais

O Rei do Volfrâmio
2008, Dom Quixote

Na primeira metade do século XX, o mundo foi flagelado por guerras sucessivas, que causaram milhões de mortos, destruição e sofrimento. Houve também quem prosperasse com o esforço bélico, como os volframistas. Portugal foi um dos principais exportadores de volfrâmio, durante a Guerra Civil de Espanha e a Segunda Guerra … Ler mais


Comprar livros de Miguel Miranda: VER LIVRARIAS

Comentar