Miguel-Manso

com Sem comentários

Escritores > Miguel-Manso

Data Nasc: Naturalidade: Santarém

Na web: Facebook


Miguel-Manso nasceu em Santarém em 1979.

Viveu em Almeirim e em Lisboa. Hoje mora numa aldeia do concelho da Sertã.

Estudou desenho no AR.CO, e fez um curso de Técnico de Biblioteca e Documentação.

Estreou-se em 2008 com o livro Contra a Manhã Burra (edição do autor) e fez sair, no mesmo ano, Quando Escreve Descalça-se (edição Trama Livraria). Santo Subito, de 2010 (edição do autor), pertence, como os anteriores, à coleção “Os Carimbos de Gent”, à qual acrescentou outros dois títulos em 2012: Ensinar o Caminho ao Diabo Um Lugar a Menos (edições do autor). No mesmo ano publicou Aqui Podia Viver Gente, com ilustrações de Bárbara Assis Pacheco (Primeiro Passo). Em 2013 publicou Tojo: Poemas Escolhidos (Relógio D’Água) e Supremo 16/70 (Artefacto). Persianas marca a estreia do autor nas edições Tinta-da-china.


Principais Obras Publicadas

Rosto, Clareira e Desmaio
2017, Douda Correria

“DESMAIO   O nervo vago sai do crânio pela cova jugular, suspenso desde o hangar das ideias, a vacilar postura abaixo   até à natureza,   até ao bosque do coração, por exemplo, até, por exemplo, ao músculo da fala, monstruoso, por exemplo, até à pele transpirada onde os insectos … Ler mais

Persianas
2015, Tinta-da-China

«Miguel-Manso tão depressa se passeia nas proximidades do sublime como se afasta da noção faustosa de ‘literatura’. Ele quer, confessa, uma poesia para a qual se vai a pé. Uma poesia ‘beat’, capaz de citar clássicos quinhentistas e de dedicar odes à nicotina. Uma poesia sem distâncias, acrobática mas demótica, … Ler mais

Supremo 16/70
2013, Artefacto
Tojo – Poemas Escolhidos
2013, Relógio d’Água

“Tojo”, de Miguel-Manso, reúne uma selecção de textos das obras publicadas pelo autor nos últimos cinco anos.

Aqui Podia Viver Gente
2012, Primeiro Passo
Um Lugar a Menos
2012, Edição de Autor

Um Lugar a Menos é composto por algumas dezenas de textos curtos, em prosa, parágrafos bem lapidados que estão mais perto da reflexão aforística do que do lirismo. O título é um trocadilho com o locus amoenus, tópico da literatura clássica, mas os lugares que aqui se revelam e questionam são os … Ler mais

Ensinar o Caminho ao Diabo
2012, Edição de Autor
Santo Subito
2010, Edição de Autor
Contra a Manhã Burra
2008, Edição de Autor [reed. 2009, Mariposa Azual]

ardia de amor pela casa numa confusão de silêncios ou dizendo de outro modo   afundava-se numa líquida recordação cardíaca   ocultos pólen pólvora fósforos a má reputação dos dedos paixão cartografada remota toponímia dos enganos   braço a braço crescia alto o incêndio no interior do peito deliberado ritual … Ler mais

Quando Escreve Descalça-se
2008, Trama Livraria


Comprar livros de Miguel-Manso: VER LIVRARIAS

Comentar