Licínia Quitério

com Sem comentários

Escritores > Licínia Quitério

Data Nasc: 30/01/1940 Naturalidade: Mafra

Na web: Site Blog Facebook


Biografia:

Licínia Correia Batista Quitério nasceu em Mafra, em 30 de Janeiro de 1940.

Foi professora, tradutora e correspondente comercial.

Tem dois blogues, desde 2006 – O Sítio do Poema e Outros Sítios.

Mantém a rubrica quinzenal POEMAS E POETAS, no Jornal de Mafra, edição on-line.

Tem colaborado em jornais e revistas.

Diz poesia e ensinou a dizer.

Organizou tertúlias com poetas convidados.

Livros publicados:

Poesia

Da Memória dos Sentidos – Oficina de Poesia, com prefácio de José Fanha

De Pé sobre o Silêncio, 2008, com prefácio de Hélia Correia

Poemas do Tempo Breve, 2011, com prefácios de Joaquim Pessoa e Cristina Carvalho

Os Sítios, 2012

O Livro dos Cansaços – Textos Poéticos – 2015

Memória, Silêncio e Água, 2016

Prosa (contos)

Disco Rígido – Memórias, Ficções, Divagações -, 2013

Disco Rígido – Volume II – Memórias, Ficções, Divagações -, 2015

Participação em antologias

Cintilações da Sombra 2 – coordenação de Victor Oliveira Mateus

Cintilações da Sombra 3 – coordenação de Victor Oliveira Mateus

CLEPSYDRA – coordenação de Gisela Ramos Rosa

Tradução

Do castelhano, do livro de Francisco José Faraldo, O Vizinho Invisível – Uma aproximação impertinente a Portugal e aos portugueses

..




Principais Obras Publicadas

Memória, Silêncio e Água
2016, Poética Edições

Recolha de poemas de duas obras esgotadas (Da Memória dos Sentidos e De pé sobre o Silêncio) e uma obra inédita – A Persistência da Água -. “Não há uma palavra para vida e morte./Porque não tenho essa palavra, não tentes perceber o que escrevo./Lê, apenas, deitado na torrente que … Ler mais

O Livro dos Cansaços
2015, Edição de Autor

“Os poetas morrem cedo. Morrem com a luz da madrugada ou com a noite a que chamam madrugada. Não se sabe que idade têm os poetas quando morrem. Têm a idade do primeiro ou do último poema que foram. Os poetas morrem muito. Quando morrem acrescentam estrelas às estrelas.  Morrem … Ler mais

Disco Rígido – Volume II
2015, Edição de Autor

Memórias, Ficções, Divagações

Disco Rígido
2013, Edição de Autor

Memórias, Ficções, Divagações

Os Sítios
2012, Edição de Autor

“Há os meus próprios sítios. Ficam na distância,/entre o perto e o longe, a corda e a amurada,/a inquietação e o sono.  A casa, a rua, o largo.”

Poemas do Tempo Breve
2011, Edição de Autor

“Não voltes a perguntar o caminho do céu./Eu moro aqui nas sólidas construções./Esta é a arquitectura dos tectos falsos./Só demando a limpidez dos vidros,/a definição das cores,/a exactidão dos ângulos./O resto é com os pássaros.”

De Pé sobre o Silêncio
2008, Edição de Autor

“Acorde na areia da praia e/quando disse bom dia saiu da minha boca/um fruto sem nome que tomou o caminho/dos navios ao longe”

Da Memória dos Sentidos
2005, Edição de Autor

“Todos sabem que o importante /é não parar as mãos do tal rapaz/ quando fala das falas sensíveis/a ter com as orquídeas”


Comprar livros de Licínia Quitério: ALMEDINA | BERTRAND | BULHOSA | FNAC | LEYA | WOOK


Comentar