Licínia Quitério

com Sem comentários

Escritores > Licínia Quitério

Data Nasc: 30/01/1940 Naturalidade: Mafra

Na web: Site Blog Facebook


Licínia Correia Batista Quitério nasceu em Mafra, em 30 de Janeiro de 1940.

Foi professora, tradutora e correspondente comercial.

Tem dois blogues, desde 2006 – O Sítio do Poema e Outros Sítios.

Mantém a rubrica quinzenal POEMAS E POETAS, no Jornal de Mafra, edição on-line.

Tem colaborado em jornais e revistas.

Diz poesia e ensinou a dizer.

Organizou tertúlias com poetas convidados.

Livros publicados:

Poesia

Da Memória dos Sentidos – Oficina de Poesia, com prefácio de José Fanha

De Pé sobre o Silêncio, 2008, com prefácio de Hélia Correia

Poemas do Tempo Breve, 2011, com prefácios de Joaquim Pessoa e Cristina Carvalho

Os Sítios, 2012

O Livro dos Cansaços – Textos Poéticos – 2015

Memória, Silêncio e Água, 2016

Prosa (contos)

Disco Rígido – Memórias, Ficções, Divagações -, 2013

Disco Rígido – Volume II – Memórias, Ficções, Divagações -, 2015

Participação em antologias

Cintilações da Sombra 2 – coordenação de Victor Oliveira Mateus

Cintilações da Sombra 3 – coordenação de Victor Oliveira Mateus

CLEPSYDRA – coordenação de Gisela Ramos Rosa

Tradução

Do castelhano, do livro de Francisco José Faraldo, O Vizinho Invisível – Uma aproximação impertinente a Portugal e aos portugueses

..


Principais Obras Publicadas

Os olhos de Aura
2017, Poética Edições

“Está frio e faz vento, lembrou-se de pôr aquele gorro vermelho, gostou de se ver no espelho, puxou uns fios de cabelo para a testa, um assomo de franja, a meia-idade a fazer-se sentir, uns quilos mais, os vincos aos cantos da boca, mas de resto ainda é uma mulher … Ler mais

Memória, Silêncio e Água
2016, Poética Edições

Recolha de poemas de duas obras esgotadas (Da Memória dos Sentidos e De pé sobre o Silêncio) e uma obra inédita – A Persistência da Água -. “Não há uma palavra para vida e morte./Porque não tenho essa palavra, não tentes perceber o que escrevo./Lê, apenas, deitado na torrente que … Ler mais

Disco Rígido – Volume II
2015, Edição de Autor

Memórias, Ficções, Divagações

O Livro dos Cansaços
2015, Edição de Autor

“Os poetas morrem cedo. Morrem com a luz da madrugada ou com a noite a que chamam madrugada. Não se sabe que idade têm os poetas quando morrem. Têm a idade do primeiro ou do último poema que foram. Os poetas morrem muito. Quando morrem acrescentam estrelas às estrelas.  Morrem … Ler mais

Disco Rígido
2013, Edição de Autor

Memórias, Ficções, Divagações

Os Sítios
2012, Edição de Autor

“Há os meus próprios sítios. Ficam na distância,/entre o perto e o longe, a corda e a amurada,/a inquietação e o sono.  A casa, a rua, o largo.”

Poemas do Tempo Breve
2011, Edição de Autor

“Não voltes a perguntar o caminho do céu./Eu moro aqui nas sólidas construções./Esta é a arquitectura dos tectos falsos./Só demando a limpidez dos vidros,/a definição das cores,/a exactidão dos ângulos./O resto é com os pássaros.”

De Pé sobre o Silêncio
2008, Edição de Autor

“Acorde na areia da praia e/quando disse bom dia saiu da minha boca/um fruto sem nome que tomou o caminho/dos navios ao longe”

Da Memória dos Sentidos
2005, Edição de Autor

“Todos sabem que o importante /é não parar as mãos do tal rapaz/ quando fala das falas sensíveis/a ter com as orquídeas”


Comprar livros de Licínia Quitério: VER LIVRARIAS

Comentar