Alice Vieira

com Sem comentários

Escritores > Alice Vieira

Data Nasc: 20/03/1943 Naturalidade: Lisboa

Na web: Facebook


Biografia:

Alice Vieira nasceu em 1943, em Lisboa. É licenciada em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras de Lisboa.

Iniciou a sua carreira de jornalista aos 18 anos, no Diário de Lisboa. Trabalhou em vários jornais, entre os quais o Diário de Notícias, a cuja redação pertenceu até 1990, data em que deixou o jornalismo diário, para ficar como free-lancer, sendo durante muitos anos colaboradora do Jornal de Notícias e da revista Activa. Atualmente está reformada do jornalismo, mas trabalha no Jornal de Mafra e, desde há 13 anos, na revista juvenil Audácia, dos missionários combonianos.

Em 1979 publicou o seu primeiro romance juvenil — Rosa, Minha Irmã Rosa — que nesse ano ganhou o “Prémio de Literatura do Ano Internacional da Criança”.

Desde então tem publicado regularmente romances juvenis, poesia, teatro, recolhas de histórias tradicionais, livros infantis.

Recebeu o prémio Calouste Gulbenkian em 1983 pelo seu livro Este Rei Que Eu Escolhi; o Grande Prémio Gulbenkian pelo conjunto da obra (1984); o Prix Octogone pela edição francesa de Os Olhos de Ana Marta (2000); a “Estrela de Prata do Prémio Peter Pan” pela edição sueca de “Flor de Mel”, e foi várias vezes distinguida com o Prémio Corvo Branco, atribuído pela Biblioteca Internacional da Juventude de Munique.

Fez parte da equipa de escritores dos programas de televisão “Rua Sésamo”, “Jornalinho”, “Hora Viva”, “Arco-Íris”, etc.

Ultimamente tem-se também dedicado à literatura para adultos, com três volumes de crónicas (Bica Escaldada, Pezinhos de Coentrada e O Que Se Leva Desta Vida), o romance histórico Os Profetas, uma biografia da escritora inglesa Enid Blyton, o livro autobiográfico Histórias da Avó Alice, três livros de poemas — Dois Corpos Tombando na Água (Prémio Maria Amália Vaz de Carvalho), O Que Dói às Aves, e Os Armários da Noite — e o livro Tejo, juntamente com o fotógrafo brasileiro Neni Glock. Participou ainda, com mais seis autores, em romances coletivos como Novos Mistérios de Sintra, O Código de Avintes, Eça Agora, 13 Gotas ao Deitar e, mais recentemente, A Misteriosa Mulher da Ópera.

Orienta regularmente oficinas de escrita criativa.

Desloca-se quase diariamente a escolas e bibliotecas de todo o país – e também de países onde os seus livros estão traduzidos (Espanha, Alemanha, Holanda, Itália, Suécia, Sérvia, etc.).

É publicada regularmente em língua francesa pela editora La Joie de Lire— onde já saíram os romances juvenis Viagem à Roda do Meu Nome (Voyage Autour de Mon Nom), Flor de Mel (Fleur de Miel), Os Olhos de Ana Marta (Les Yeux d’Ana Marta), Caderno de Agosto (Cahier d’Août) e O Casamento da Minha Mãe (Le Mariage de Ma Mère) e, mais recentemente, o livro de poemas para crianças A Charada da Bicharada (La Charade des Animaux).

Participou com o maestro Eurico Carrapatoso no conto musical A Arca do Tesouro (interpretada pela Orquestra Metropolitana de Lisboa); e o compositor Sérgio Azevedo musicou a Charada da Bicharada, recentemente editada em CD.

É membro da direção da Sociedade Portuguesa de Autores.




Principais Obras Publicadas

Nas memórias que marcaram o meu mundo e nas nossas memórias colectivas, do nosso mundo português, só duas coisas que, entre tantas, me afligiram…, mas mesmo apenas uma ou duas, porque as lembranças de lugares marcantes como o bar do Rick, em Casablanca; o teatro Capitólio; o Santini, em Cascais; … Ler mais

Joaquim José é um jovem lisboeta de 14 anos em 1910. Pai republicano, avó monárquica, criada com namorado da Carbonária e aluno de um dos homens que mataram D. Carlos e D. Luís Filipe, facilmente se compreende a confusão que vai na sua cabeça. O seu diário é o registo … Ler mais

Os Armários da Noite
2014, Caminho

Que limbo é este onde Pelo meio da noite às vezes aparecias Mas apenas para desfazer esquecidos silêncios Porque bem sabes ao terceiro Whisky O amor é sempre eterno

Contos das 1001 Noites
2013, Oficina do Livro

Em Contos das Mil e Uma Noites, poderás conhecer histórias que o tempo trouxe de longe e que Alice Vieira escolheu e… escreveu! Ali Babá e os Quarenta Ladrões, Os Peixes Coloridos, Aladino e a Lâmpada, Ahmed E Pari-Banu. Diverte-te a ler e a descobrir a sabedoria que cada conto … Ler mais

O Mundo de Enid Blyton
2013, Texto Editores

Enid Mary Blyton nasceu a 11 de agosto de 1897, num minúsculo apartamento de Lordship Lane, em East Dulwich, no sul de Londres, e morreu a 28 de novembro de 1968, numa casa de repouso, para onde a doença de Alzheimer a arrastara nos últimos meses da sua vida. Publicou … Ler mais

Em Histórias da Bíblia Para Ler e Pensar, poderás conhecer histórias do Antigo Testamento que o tempo trouxe de longe e que Alice Vieira escolheu e… escreveu! Poderás ler “A história de Rute”, “David e Golias”, “Salomão, o Sábio”, “A História de Ester”, “Daniel na Cova dos Leões” e “Jonas … Ler mais

Expressões com História
2012, Texto Editores

Na casa do Pedro há tantas histórias para contar como perguntas ele tem para fazer. No meio de conversas quotidianas, surgem expressões idiomáticas que o Pedro não consegue perceber e que dão azo a risota e a histórias que até metem Romanos e dinossáurios! Porque há sempre uma explicação para … Ler mais

Os Profetas
2011, Caminho

No ano de 1533, sendo rei D. João III, vivia na ilha de Porto Santo um homem chamado Fernão Nunes, por todos chamado Fernão Bravo. Na mesma ilha vivia uma sobrinha sua, moça de dezasseis ou dezassete anos, chamada Filipa Nunes, que estava havia alguns anos na cama, paralítica. Dizendo-se … Ler mais

O Que Se Leva Desta Vida
2011, Casa das Letras

O que se leva desta vida? Neste livro «leva-se» com velhinhas inglesas, bonecas partidas e camisolas verdes, com Callas e Chopin, com pessoas felizes e infelizes, com a língua portuguesa e os professores, com heróis, amizades, histórias de amor e questões familiares, e, pois então, com a Lei de «Mârfi»! … Ler mais

Ela ficou a olhar para o carro, até que ele desapareceu ao fundo da rua. Depois correu para casa abriu a porta, atravessou o corredor, entrou no quarto, abriu a gaveta, encontrou a agenda. Teclou o número no telemóvel. Ela sabe que vai finalmente regressar a casa. Diz-se muitas vezes … Ler mais

Pezinhos de Coentrada
2009, Casa das Letras

Não gostam de pezinhos de coentrada? Bom, também não interessa pois este livro nada tem a ver com culinária. É verdade que fala de tostas mistas, ketchup. hambúrgueres e queijo, muito queijo…, mas também podemos aqui encontrar o Elton John, a Verónica Lake e o Leonardo di Caprio. Cruzamo-nos com … Ler mais

Bica Escaldada
2009, Casa das Letras

«A minha infância foi uma velha máquina de escrever, onde tentei juntar letras, fazer palavras, e que bonito era aquele som!», escreveu algures Alice Vieira. Em Bica Escaldada, um conjunto de crónicas publicadas no Diário de Notícias, Jornal de Notícias, Tempo Livre e Activa, sentimos que a infância de Alice … Ler mais

Acreditavam os antigos que tudo está escrito na Lua. Também, nesta primeira história, a Lua vai determinar o futuro de um menino que escapa de um destino de miséria e maus-tratos e acaba em filho de rei. A segunda história tem a ver com a esperteza de uma velha avó, … Ler mais

Chocolate à Chuva
2007, Caminho

Em “Chocolate à Chuva” (terceiro volume da trilogia que começa com “Rosa, Minha Irmã Rosa” e prossegue com “Lote 12, 2.º Frente”), Mariana é confrontada, entre outros problemas, com um bem difícil: o divórcio. Os pais da Rita, sua amiga de sempre, tomam essa decisão. É a ruptura. É o … Ler mais

Mariana, filha única, tem dez anos quando Rosa nasce. Agora vai partilhar tudo com a irmã: o quarto, o tempo dos pais, o afecto da família — incluindo a Avó Elisa que desconfia do progresso, e a Tia Magda, que tem um dente de ouro, uma fala que mete medo … Ler mais

Esta peça de teatro para crianças e jovens (com um enredo em muitos aspectos semelhante ao de “Rei Lear”, de Shakespeare) foi buscar a sua base a uma narrativa popular. Um pai decide repartir o reino pelas filhas e põe-nas à prova, acabando, contudo, por deserdar a mais nova. Esta … Ler mais


Comprar livros de Alice Vieira: ALMEDINA | BERTRAND | BULHOSA | FNAC | LEYA | WOOK


Comentar