Entrevista a Samuel F. Pimenta

com Sem comentários

“Para mim, a escrita partilha a mesma natureza das sementes prestes a eclodir ou das águas de um rio”

Esta semana convidámos Samuel F. Pimenta a responder às nossas habituais 7 questões.

Poderá ler as suas respostas

aqui

..

Samuel F. Pimenta começou a escrever com 10 anos e licenciou-se em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa.

Em 2012, venceu o Prémio Jovens Criadores na vertente de Literatura, promovido pelo Governo de Portugal e pelo Clube Português de Artes e Ideias, com o poema “O relógio”.

Recebeu, em 2014, a Comenda Luís Vaz de Camões, atribuída pela “Literarte – Associação Internacional de Escritores e Artistas”, no Brasil, assim como o Prémio Liberdade de Expressão 2014, atribuído pela Associação de Escritores de Angra dos Reis, Brasil.

Tem participado em diversas conferências e encontros literários nacionais e internacionais e tem colaborado com publicações em Portugal, Brasil, Angola, Moçambique e Galiza.

Em 2015, foi um dos vencedores das Bolsas Jovens Criadores, do Centro Nacional de Cultura, para a realização de uma residência artística e a escrita de um novo romance.

“Iluminações de uma mulher livre” é a sua mais recente obra, publicada em 2017 pela Marcador.

.

Comentar