Manter viva a língua portuguesa na Holanda: o objetivo da Biblioteca Roterdão

com Sem comentários

Manter viva a língua materna e transmiti-la aos filhos é o objetivo de Andreia Costa, Constança Saraiva e Patrícia Pinheiro de Sousa, emigradas na Holanda. Para que tal fosse possível, inauguraram, em dezembro passado, a Biblioteca Roterdão.

Com o apoio do Arte Institute, do Instituto Camões, de cinco editoras (Máquina Voar, Pato Lógico, Tcharan, Planeta Tangerina e Porto Editora) e em parceria com as Escolas Portuguesas de Roterdão, Haia e Amsterdão, a Biblioteca Roterdão, disponibiliza livros infantis às crianças “de forma a apoiar a sua utilização da língua portuguesa e fortalecer os laços linguísticos e culturais destas crianças com as suas origens lusófonas”.

“porque acreditamos que a leitura de livros infantis em português a crianças é essencial para solidificar nelas a presença da língua portuguesa, especialmente quando as crianças nascem e/ou vivem noutro país!”, pode ler-se na página de Facebook da biblioteca (https://www.facebook.com/BibliotecaRoterdao/).

A Biblioteca Roterdão promove ainda Feiras do Livro e sessões de leitura.

..

Comentar